segunda-feira, 30 de maio de 2011

Vestido: passo-a-passo

Na minha opinião, o vestido de noiva é o traje mais importante na vida de uma mulher. O casamento é um ritual de passagem para uma nova vida, uma nova família, uma nova fase. E para comemorar isto você vai querer vestir o vestido mais lindo de todos, não é mesmo?

O vestido costuma ser um dos itens mais gostosos de pesquisar durante os preparativos do casamento. Algumas noivas me perguntam: “Quando começo a ver vestidos de noiva?” Eu sempre digo de 9 a 6 meses de antecedência, mas na verdade procurar referências e fotos começa assim que você quiser!!! Isso porque é muito importante pesquisar locais para alugar/ confeccionar / vender o vestido, fotos de revistas e blogs na internet. Não é mais necessário comprar revistas ou ver sites estrangeiros. As publicações aqui no Brasil mostram o que há de melhor no solo nacional e nas passarelas lá fora. Referências não faltam!
Montem uma pastinha com suas fotos preferidas (e vale misturar como: saias, decotes e desenhos de rendas preferidos). Que delícia!

A história do meu vestido de noiva foi bem tranquila. Eu decidi mandar fazer um vestido, assim como minha mãe e minha avó (antigamente não existia aluguel!). As costureiras de bairro eram famosas pela alta costura e minha mãe e minha vó casaram com lindos vestidos totalmente atemporais.

Eu queria essa mágica, queria um vestido só meu. Fui em lojas de aluguel sim, mas na verdade achei que o preço não valia tanto a pena. Por um custo adicional, teria um vestido sob medida para sempre.

Foi aí que decidi partir para os ateliers de vestidos de noivas. Tive muitas referências e até tirei férias do trabalho para conseguir ter tempo suficiente para visitar cada um, provar os modelos e analisar as idéias de cada estilista.

Me apaixonei por um croqui e simplesmente me vi no vestido. Era realmente a “minha cara”. E o mais bacana é que quando entrei na Igreja e meu noivo me olhou, ele disse “Você está linda, esse vestido é você!”.

Tomei a decisão em 2 semanas, com 9 meses de antecedência para o dia do meu casamento. Com 6 meses de antecedência, começaram as provas.

1ª prova (6 meses antes): a ansiedade bate para que você consiga ver o máximo do resultado final, mas nessa prova é só o forro e uma “idéia” de cauda.
2ª prova (3 meses antes): O forro já tem por cima o tecido final. É hora de apertar, ver a barra e moldar o decote.


{1ª prova: o "shape" ainda é uma idéia para a noiva}

3ª prova (1 mês e meio antes): Escolha da renda. Que delícia. São tantas opções, tantos desenhos lindos...eu amei a 3ª prova, é aí que você começa a ver o vestido tomando forma! Leve seu sapato de noiva para ajuste da barra!!! Outra dica: experimente alguns arranjos de cabelo e brincos para decidir o “conjunto da obra”.

4ª prova (3 semanas antes): Os bordados já começam a aparecer...o vestido está quase pronto, faltam retoques finais.

Última prova (3 dias antes): 3 dias antes??? Eu quase morri quando soube disso! Mas aí entendi o porquê. Eu emagreci alguns quilinhos e tivemos que apertar o vestido e fazer os últimos ajustes na barra. Nessa prova você já pode levar o arranjo de cabelo final, brincos e sapatos. Algumas noivas preferem fazer o teste de cabelo e maquiagem junto com a última prova do vestido. É recomendável para combinar o cabelo e make com o estilo do vestido.


{3ª prova, já dá para ter uma boa noção do vestido final, alguns retoques são necessários}

E o resultado final, você tem no seu grande dia!!!






Comprando, alugando ou mandando fazer, o vestido de noiva tem que refletir o seu gosto para se vestir. Já pensou nisso? Não adianta você não gostar de tomara que caia e no dia usar um. Já pensou que pode ser desconfortável? A minha estilista sempre dizia que os convidados precisam te reconhecer como noiva, ver a sua personalidade e identidade “impressa” no vestido.


Fotos: Arquivo pessoal e Lu Cattani.